Moda consciente

5 months ago Lifestyle, Moda78

Sou formada em Moda, já trabalhei em diversas áreas da moda, GOSTO de moda, de passarela, de tendências – acredite: moda não é frescura. Moda é cultura, é tempo, é personalidade, é expressão.

Só quem vive nesse mundo consegue enxergar o que existe ALÉM. Tem muuuuito mais coisas do que simplesmente “usar o que está na moda” ou “seguir tendências” ou “copiar looks”.

Só quem vive nesse mundo consegue enxergar os problemas que existem ALÉM.

Você sabe o que é consumo consciente? Não é o mesmo que não consumir. Consumir de forma consciente é consumir com responsabilidade, é sobre fazer escolhas com mais sabedoria e autoconhecimento, é usar melhor os seus recurso – e os recursos do mundo – para satisfazer suas necessidades.

É entender porquê você quer comprar tal coisa e melhorar essa relação.

Como as irmãs Alcântara destacaram num post do Tudo Orna: “O raciocínio é simples: se você tiver poucas roupas mas que vestem bem, você vai ter menos desejo de ter novas roupas toda semana. E se a (sua) moda segue para o essencial caminho do consumo consciente, uma importante faceta é que ela diminua o ritmo de suas tendências para se tornar mais atemporal.” 

Aqui, 3 pontos bacanas pra colocar em prática:

  • Ser você! Conhecer a si mesmo, entender qual tipo de roupa você veste e sente mais “você mesmo”, descobrir seu “estilo”.
  • Facilitar a vida: descomplicar o guarda-roupas e ter mais tempo pra pensar em outras coisas.
  • Não ser vítima das passarelas: sim, tendências são ótimas e existem essências nelas. Saber o que CABE no seu guarda-roupas é a chave pra liberdade.

 

Keep it simple!

Parece simples, mas não é.

Todos os dias – e cada vez mais – somos bombardeados com informações de moda, tecnologia, um produto novo, uma nova descoberta. É preciso selecionar o que você realmente gosta/quer/precisa. Quem tem essa consciência vira curador de tudo que consome. Inclusive, claro, com a moda.

Continuo apaixonada pelo mundo da moda. Todo desfile é de encher os olhos, todo blazer Balmain ainda parece uma obra de arte pra mim. A diferença? Agora eu consigo ver mais do que isso.

Re-pense. 

*

Aqui, meu post sobre o guarda-roupa perfeitoonde conto um pouco sobre como me descobri e tento desde então, consumir de maneira consciente e me desfazer do que não quero/uso/preciso/gosto.

E aqui, meu Enjoei! Onde desapego, SEMPRE! (Roupas, livros e outras coisinhas!)

 

Aline Cardoso