O Guarda-Roupa Perfeito

1 year ago Lifestyle, Moda57

Algumas pessoas  não entendem, outras até elogiam. Quem me encontra por aí ou repara nas minhas fotos do Instagram… nota que meu guarda-roupa é composto por: jeans, preto, branco, cinza, azul marinho, listras p&b e – minhas AMADAS – listras navy.

Deixa eu me explicar, okay?

Há muito tempo atrás, quando eu era uma adolescente que trabalhava apenas pra me vestir, eu comprava TODOS OS DIAS. E não é exagero. Todos os dias, eu chegava em casa com pelo menos UMA sacola de roupa. Comprava os estampas “da moda”, comprava os calçados “da estação”, comprava quando nem gostava da peça. Sim, eu era uma consumista sem gosto. Usava o que estava em voga sem saber o que eu realmente curtia.

Ainda bem que me encontrei!

Enquanto eu era estudante de moda, li alguns livros sobre estilo. Aliás, alguns não, muitos. Sempre amei ler… e entender a moda como algo tão complexo, virou minha paixão. História da Moda era minha disciplina favorita, e Maria Antonieta foi meu ícone e inspiração durante esse período.

O fato é que… depois de muito ler, ver e estudar, descobri que eu gostava do simples. Não foram os adornos de Maria Antonieta que me interessaram, foi o fato dela ser e se vestir de maneira única – e consequentemente, ditar moda.

Quando descobri que eu, ainda não era EU, fiz uma limpa no guarda-roupa e decidi vender e doar tudo. E assim eu fiz. Vendi as peças mais caras e doei o restante todo. Foram muitas sacolas!

E eu não sabia por onde começar… até conhecer Inès De La Fressange. Basta uma simples busca no Google – ou no Pinterest – e você entenderá. Elegante, minimalista e fashionista sem exageros. No momento em que conheci Inès, eu decidi: menos é mais, é isso que eu sou… é assim que quero ser.

“Nossa, você tá sempre vestindo cores sóbrias”. Sim, estou! E amo! É o bastante pra mim.

A modelagem é o que me “pega”. O caimento, o tecido, os acessórios, o acabamento. No momento em que você decide ter peças lisas e um guarda-roupa perfeito (e já explico o motivo de “perfeito”), você se apega ao que realmente importa: qualidade.

Um guarda-roupa perfeito só precisa das peças certas. Peças que pareçam ‘feitas pra você’ e que conversem entre si.

Pra se ter um guarda-roupa perfeito, você precisa de:

– uma calça jeans básica que valorize o seu corpo e as suas formas (o corte reto é o melhor)

– uma camiseta branca básica (escolha um bom algodão, uma modelagem bacana e voilá!)

– uma camisa preta ou branca de seda (okay, não precisa ser de seda. Mas prove uma de seda e depois TENTE comprar outra coisa)

– um blazer boyfriend (desses que combinam com calça, saia, short, vestido…tudo!)

– uma camisa jeans (pode salvar qualquer segunda-feira “não sei o que vestir”)

– um vestido que sirva pra diversas ocasiões (o famoso “pretinho básico” ou não!)

– uma jaqueta de couro (couro, de verdade! fuja das imitações e dos “couros que brilham” que mais parecem plástico)

E fim.

Eu sei, parece tão pouco. Mas você não precisa se limitar a isso. Essas são as peças que você deve ter e não economizar na hora da compra. Essas devem ser suas peças de salvação. Não sabe o que vestir pra ir num café com os amigos? Tente a calça jeans básica e a camiseta que cai como uma luva. Você será aquela que as pessoas olham e dizem “um dia quero ser elegante assim vestindo jeans e camiseta”.

Fotos da marca Joulik! Sou fã e indico pra todo mundo! <3  Fotos da marca Joulik! Sou fã e indico pra todo mundo! Não sou nenhuma guru da moda, não mesmo! Mas costumo ouvir de diversas pessoas – inclusive pessoas que nem se importam com a moda – que estou sempre “bem vestida”. E acreditem, normalmente elas se referem ao meu jeans coringa e às minhas blusas lisas. (Num outro post, darei dicas de acessórios. Existem alguns coringas também!)

Lógico que ninguém deve se prender aos básicos. Dá pra ousar MUITO, mesmo adotando o estilo ‘menos é mais’.

Eu amo paetês e pedrarias, por exemplo. AMO! Peças bordadas são meu fraco e eu sempre me rendo a elas. (Essas peças lindas das fotos, são da marca Joulik! É uma das contas no Instagram mais inspiradoras e brilhantes que conheço!)  Dica de ouro: imagine uma saia de paetês com uma tee e um tênis branco. Parece óbvio ou loucura? Ousar não é problema. Encontre seu estilo e tente!

Vou te contar que… vale muito a pena!

Aline Cardoso